“NôBISSAU cidade ordenada, limpa, inclusiva e sustentável”

a) Ordenada: Fundamental para um crescimento planeado, com regras transparentes e claras para particulares e empresas desenvolverem suas atividades e apoiarem o crescimento da cidade. Importante também para uma cultura de boa governação.

b) Limpa: Fator crucial, não só para instigar uma cultura de responsabilidade social e coletiva na população mas também para melhorar as condições de vida dos munícipes assim como fazer de Bissau uma “sala de visitas” acolhedora para quem chegue ao país do exterior (sejam investidores, turistas ou parceiros para o desenvolvimento).

c) Inclusiva: Pretende-se uma cidade de todos e para todos. Onde todos tenham acesso às mesmas oportunidades com um sentimento de segurança e conforto permanente.

d) Sustentável: Cada vez a preservação do património social, cultural, ambiental e urbano de uma cidade são fundamentais. Desenvolvimento sustentável implica que seja contínuo em direção à modernidade mas alicerçado nas características e ADN de uma sociedade única com o seu próprio património e história. O modelo de crescimento deve ser pensado para que no longo prazo seja também financeiramente e ambientalmente sustentável.

Para tornar a visão numa realidade é necessário formular uma estratégia Municipal de desenvolvimento e um Plano de Acão de implementação que serão da iniciativa do Presidente da Câmara e sua equipa mas em parceria e consulta estreita com o Governo, Instituições da República, parceiros para o desenvolvimento, ONGs e sociedade civil em geral. Indicativamente a visão sustentar-se-á em cinco pilares principais:

  • Pilar 1: Aprofundamento da consolidação de reformas legais e institucionais e de organização administrativa municipal com o reforço da capacitação institucional dos recursos humanos, órgãos, funções e sistemas de gestão da câmara (formação e requalificação dos quadros e funcionários, implementação de sistemas de informação e sistemas de gestão, definição das funções e competências do município e seus órgãos) para uma prestação de serviços de apoio aos munícipes mais eficiente;
  • Pilar 2: Desenvolvimento e ordenamento urbanístico (preparação/revisão de Plano Diretor para a ordenação urbanística da cidade de Bissau para uma cidade ordenada, limpa e sustentável com recurso a novas tecnologias limpas e renováveis) e implementação de Sistema de Informação Geográfico (SIG) e de cadastro.
  • Pilar 3: Requalificação de infraestruturas básicas de responsabilidade do Município (sectores de água, saneamento, estradas municipais, tratamento e gestão de resíduos sólidos, eletrificação pública, mercados públicos, jardins, espaços de lazer e ambiente).
  • Pilar 4: Requalificação e valorização de património histórico e cultural (Requalificar património histórico, promover e desenvolver atividades que valorizem património cultural de Bissau e em geral da Guiné-Bissau.
  • Pilar 5: Prestação de serviços municipais de qualidade e apoio de atividades de caracter social e comunitário junto dos que mais necessitam, por exemplo sensibilização das populações para um melhor planeamento familiar, igualdade do género e microfinanças feito em complementaridade com ONGs especializadas na área e sector privado. Incentivar parcerias público-privadas. Criação da loja do munícipe.